quarta-feira, maio 23, 2007

Até mais, e obrigado pelos peixes!

Okay...

Eu tinha duas idéias para esse post. A primeira era levantar uma discussão séria sobre o estupro, após ficar um pouco abalado ao assistir o filme Terra Viva (eu tenho um problema claro com garotas bonitas e com ar de inocente sendo violadas por criaturas bizarras), a segunda, era falar sobre o próximo dia 25, sexta-feira.

Como estou com preguiça, no trabalho, e o assunto do estupro é extenso demais optei por falar sobre o dia 25.

Essa sexta-feira estréia Piratas do Caribe – At worlds End. Não suficiente, ainda é o aniversário da morte de um dos caras mais bacanas que já existiu no universo, Douglas Adams. Também conhecido por ser o escritor da trilogia de cinco livros “Hitchhiker’s Guide to the Galaxy”, aquele mesmo que tem os golfinhos que agradecem pelos peixes e o andróide maníaco depressivo (não preciso me dizer o quanto me identifico com o Marvin, não é mesmo?).

Pra quem não sabe, o livro fala basicamente das aventuras de Arthur Dent, um inglês (e isso resume tudo), pelo universo. O que envolve a destruição e reconstrução da Terra, perguntas sem resposta, o número 42 e – principalmente – toalhas!

O Guia dos Moxileiros diz o seguinte sobre toalhas (a tradução pode ser um pouco diferente do livro em português):

“Talvez um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as geladas luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia de Santragino V, respirando seus inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer em uma jangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você - estúpido feito um burro, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoalvemente limpa.

Por alguma razão, se um "strag" [gíria moxileira para não-moxileiros] descobrir que um moxileiro trouxe sua toalha, ele vai automaticamente acreditar que o moxileiro também trouxe sua escova de dente, flanela, sabão, caixa de biscoitos, frasco, compasso, mapa, bola de lã, spray, roupas para tempos chuvosos, traje espacial, etc... Por conta disso, o "strag" poderá então emprestar tranquilamente ao moxileiro qualquer uma dessas ou uma dúzia de outros itens que podem ter sido "perdidos" acidentalmente, sob efeito de que qualquer um que viaje o comprimento e largura do universo, brigue, pene, lute contra chances terríves de sobrevivência e vença e ainda assim saiba aonde sua toalha está é claramente um homem para se admirar"

A genialidade de Douglas Adams está em justamente conseguir transformar pequenas trivialidades em objetos interessantes. Um humor inteligentíssimo e ao mesmo tempo cativante. Seus livros tratam de coisas simples que foram mitológicamente transformadas em temas complexos – ou nem tanto assim – aonde as coisas podem ou não fazer sentido.

Você sabe que está num universo de Douglas Adams quando:

- O verdadeiro líder do universo é um homem simples e sábio vivendo numa cabana de madeira com seu gato.

- A Terra só existe porque os golfinhos fizeram uma campanha para salvá-la e arrecadaram dinheiro para construir uma substituta.

- Marvin the Paranoid Android é 37 vezes mais velho que o universo.

- A mensagem final de Deus é: “Desculpe-nos pela inconveniência”.

Dia 25 é o dia do aniversário da morte do autor, e é também o dia oficial da toalha. Por conta disso, existem “flashmobs” no mundo inteiro (inclusive no Brasil) que incentivam todos os fãs da série a saírem por ai e passarem um dia inteiro carregando suas toalhas junto de si mesmo. Eu não sou um cara de apoiar esse tipo de coisa, porém, estou realmente tentado.

Toalhas na estréia de Piratas do Caribe então? Hahaha...

3 comentários:

Fefs disse...

Um filme desses realmente não é pra qualquer um! o.o
Impossível não achar bom. Principalmente o Marvin e as portas que suspiram. Ahahaha... XD
O Douglão fazia aniversário no mesmo dia que eu e eu nem sabia... oh my god! =O Se eu soubesse usaria toalha todo dia 11/03, o dia inteiro. XD
Eu topo de levar toalhas na sexta... além de homenagear alguém que merece, a gente pode encontrar mais gente com toalhas, vai saber! Daí a gente pode pode umedecer e usá-las pra lutar em um combate corpo a corpo! Hahahahahaha... teremos mais de um filme espetacular pra discutir... \o\
Dá-lhe Piratas do Caribe!! /o/

So long, and thanks for all the fish. XD

Flines disse...

Estarei protegida e bem equipada com a minha toalha essa sexta.

Fefs já pode ir aquecendo pro combate.

Charlotte Grapewine disse...

gente, que viagem essa da toalha!

não, minto.
eu quem sou alienada de-mais e nunca ouvi falar desse filme. :|


me resta piratas, né.